A importância do transportador para a contabilização de compras e vendas

A importância do transportador para a contabilização de compras e vendas

Já falamos sobre a importância da documentação para a apuração de resultados e mensuração do valor patrimonial das organizações. Pois bem, um desses atores, que desempenha papel relevante neste processo, é o transportador e demais pessoas envolvidas com a atividade de coleta e entrega de mercadorias.

Embora vários aspectos possam ser considerados, como a empatia com o cliente, com o fornecedor, a qualidade do transporte, da entrega, da coleta, neste texto vamos enfatizar a importância do transportador para a concretização dos aspectos legais de compras e vendas.

No ato da coleta, se contratado pelo cliente (comprador da mercadoria), o transportador é seu representante e sua assinatura assegura ao fornecedor (vendedor da mercadoria que está sendo entregue) que a partir daquele momento a mercadoria está aos cuidados do cliente e quaisquer danos a ela serão de responsabilidade sua ou do próprio cliente.

Quando contratado pelo fornecedor, o transportador é responsável pela entrega da mercadoria ao cliente, que ao assinar o recebimento desta, concorda que a recebeu naquela data conforme o pedido realizado.

E onde está a influência nos registros de contabilização das compras e das vendas? Ela reside basicamente no ato da contratação do transportador e no de recebimento da mercadoria. Se contratado pelo cliente, o transportador de posse da ordem de coleta está habilitado a receber a mercadoria em seu nome e assim que inicia o transporte, a mercadoria já é de propriedade do cliente, porém está em trânsito.

Se contratado pelo fornecedor, a mercadoria será de propriedade do cliente somente no momento do seu recebimento, tendo o fornecedor mercadorias em trânsito desde a emissão do Danfe (documento auxiliar da nota fiscal eletrônica) para o transporte até a sua efetiva entrega.

E se eu não participei do processo, como vou saber dessas informações? Verifique no Danfe se o frete é contratado pelo emitente ou destinatário (também conhecidos por CIF ou FOB) e solicite sempre que o canhoto do Danfe retorne com a data e a assinatura do responsável pelo recebimento da mercadoria.

Me. Adriano José Azeredo, mestre em Ciências Contábeis pela UNISINOS e professor do curso de Logística da Univates.

Currículo Lattes: Clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 18 =