A crise proporcionando oportunidades para o mercado logístico

 

Oportunidades para o mercado logístico

 

Se até então a crise não proporcionou momentos fáceis para as empresas, essa também deixa alguns ensinamentos. Um deles é no sentido de as organizações necessitarem, cada vez mais, otimizar custos, por meio de uma cadeia logística que atue de maneira acertada, tendo como princípio a busca constante da eficiência e da eficácia operacional.

De acordo com o Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos), os custos logísticos no Brasil equivalem a mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB), com forte influência da atividade de transportes. Esses gastos representam cerca de 10% do faturamento das empresas brasileiras.

Por conta disso, algumas ações podem impactar positivamente o setor logístico, conforme especialistas do setor: (I) a crise também proporciona novas oportunidades, principalmente para operações logísticas: Não despender tempo e energia em projetos que não agregam valor. Canalizar esforços com foco nos resultados, em momentos de crise econômica, é fundamental.

(II) Há uma forte tendência para que os processos sejam cada vez mais automatizados: A tecnologia é fator essencial para agilizar e otimizar fluxos e processos. Assim como também para manter o controle dos itens armazenados e transportados, onde é relevante acompanhar, em tempo real, cada etapa da cadeia logística. Desse modo, processos mais automatizados trazem bons resultados para as empresas e satisfação para o cliente final.

(III) Outro ponto importante consiste na verticalização dos serviços: A busca de players logísticos que efetuem todos os serviços pertinentes à cadeia logística, como a armazenagem, a distribuição e também a gestão do processo como um todo.

Sobretudo, as empresas do setor logístico, devem saber desvendar as reais necessidades de seus clientes: Perceber a logística sob a ótica do cliente faz a diferença em mercados competitivos. Agregar inteligência onde há necessidade de operação logística e sabendo conduzir a operação logística sob o ponto de vista do cliente acaba sendo estratégico.

Lizete Berra é coordenadora e professora do curso de Logística da Univates, graduada em Administração de Empresas pela Faculdade de Ciências Econômicas do Alto Taquari (1994), especialista em Marketing Faculdade de Ciências Econômicas do Alto Taquari (1998), especialista em Formação Pedagógica de Docentes pelo Centro Universitário Univates (2003), especialista em Gestão Universitária pelo Centro Universitário Univates (2014) e possui mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Maria (2003).

CV: http://lattes.cnpq.br/1575178775206272

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + vinte =