Experiências em ambientes organizacionais – parte 2

Experiências em ambientes organizacionais – parte 2

Conforme o último texto publicado neste espaço, hoje daremos continuidade ao relato das experiências em ambientes organizacionais, que um grupo de 21 universitários e 2 professores da Univates vivenciou entre os dias 05 e 11 de maio de 2019, na capital paulista e cidades próximas.

Na manhã do dia 08 de maio, o grupo se deslocou para o Porto de Santos, no centro de treinamento da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP), administradora do Porto. Na palestra ministrada por um dos integrantes da Diretoria de Relações com o Mercado e Comunidade, foi possível conhecer como ocorrem as operações de entrada e saída de navios. Considerado o maior complexo portuário da América Latina e um dos maiores do mundo, o cais do Porto de Santos tem a extensão de 16 km, abrigando 46 terminais marítimos, pertencentes a empresas nacionais e internacionais. Aproximadamente 25% da Balança Comercial Brasileira passa pelo Porto de Santos, e os produtos com maior participação nas exportações são soja, açúcar, celulose, farelo de soja, sucos e óleo combustível. Quanto às importações, os principais produtos são óleo diesel, adubo, sal, álcool e soda cáustica. A chegada e saída desses produtos do Porto ocorre por intermédio de vários modais de transporte (ferrovias, rodovias, dutovias e hidrovias) que se conectam nas proximidades.

No período da tarde do mesmo dia, ocorreu visita ao Museu do Café, um dos principais pontos turísticos da cidade de Santos e tem como objetivo a preservação e divulgação da história do café no Brasil e no mundo. Por meio de objetos, documentos e recursos audiovisuais, a instituição mostra ao público como a evolução da cafeicultura e o desenvolvimento político, econômico e cultural do país estão ligados, desde meados do século XVIII até os dias de hoje. No local funcionava a antiga Bolsa Oficial de Café, inaugurada em 1922, onde eram realizadas as negociações que determinavam as cotações diárias das sacas de café. Ainda na parte da tarde, foi possível realizar a visita técnica pelo estuário do Porto de Santos. O grupo deslocou-se via escuna, conhecendo alguns dos principais terminais do porto, visualizando diversos tipos e tamanhos de navios, bem como a chegada e saída de mercadorias e produtos do porto.

Na quinta de manhã, dia 09, ocorreu deslocamento para o município de Osasco, na sede do banco Bradesco. Considerada uma das maiores instituições financeiras do Brasil, levando em consideração o total de ativos, número de agências e clientes. Ocorreu explanação de responsáveis pela comunicação do Next – Banco Digital do Bradesco, onde foi possível conhecer os princípios, o planejamento e demais informações inerentes do produto financeiro lançado em 2017, com investimento de R$ 120 milhões. O Next é totalmente digital, ou seja, não há agência física e é controlado por aplicativo de celular. Ao meio dia, o grupo almoçou no Mercado Municipal de São Paulo. Inaugurado em 1933, o prédio abriga mais de 1.500 funcionários que, juntos, movimentam cerca de 350 toneladas de alimentos por dia em seus mais de 290 boxes.

Na manhã da sexta-feira, dia 10, a visita técnica ocorreu na fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo. Inaugurada oficialmente em 18 de novembro de 1959 pelo presidente Juscelino Kubitschek, a montadora foi a primeira fábrica da Volkswagen instalada fora da Alemanha. Desde a sua inauguração até os dias atuais a fábrica já produziu 23 milhões de veículos, sendo que atualmente, produz os modelos Novo Polo, Virtus e Saveiro, empregando aproximadamente 10 mil trabalhadores. À tarde, o grupo visitou a B3, antiga Bovespa, a quinta maior bolsa de mercado de capitais e financeiro do mundo. Na bolsa brasileira ocorreu palestra institucional e visualização do painel de cotações, da variação no valor das ações das empresas negociadas na bolsa. Na palestra realizada por um dos corretores da empresa, foi possível conhecer o funcionamento da bolsa, a relação com empresas e investidores, tipos de ações para investimentos. Ao final da visita, o grupo iniciou a viagem de retorno onde chegou ao final da manhã de sábado (dia 11/05) em Lajeado.

A atividade com destino ao estado de São Paulo, possibilitou conhecer in loco as principais operações logísticas e financeiras de oito importantes organizações com atuação nacional e internacional, configurando-se ainda numa importante estratégia de aprendizagem, por meio do conhecimento de diferentes culturas organizacionais, bem como a convivência oportunizada durante o período que o grupo esteve viajando.

Os acadêmicos e os professores ao participarem das visitas às organizações BPP, Metrô São Paulo, Ceagesp, Ambev, Porto de Santos, Bradesco, Volkswagen e B3, tiveram a oportunidade de vivenciar diferentes culturas organizacionais, modelos e técnicas de gestão, métodos de trabalho, estratégias de negócios, bem como vivenciar a cultura, hábitos e aspectos socioeconômicos do estado mais rico do país. Conforme o relato dos participantes, a experiência possibilitou ampliar os conhecimentos nas suas áreas, tornando-se num importante laboratório de ensino e aprendizagem.

Professor: Bruno de Medeiros Teixeira
Mestre em Ciências Contábeis – UNISINOS
Coordenador dos Cursos de Gestão Financeira e de Logística da UNIVATES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 8 =