Outubro Rosa: uma luta em prol da vida

 

O Outubro Rosa é uma campanha em prol da saúde a nível mundial. Com o objetivo da prevenção do câncer de mama, já conquistou empresas, entidades e organizações ao redor do mundo. Tem como principal símbolo o laço rosa, criado pela fundação do câncer de mama Susan G. Komen, durante a primeira Guerra pela Cura, em New York (EUA), em 1990.

Abraçar a causa é atuar em defesa da vida, pois a prevenção é essencial para o diagnóstico precoce. O câncer de mama, quando descoberto em estágio inicial, tem grandes chances de cura. Além do exame de toque nas mamas que as mulheres podem realizar durante o banho, por exemplo, o indicado é a mamografia, uma vez por ano, após os 40 anos. No caso em que há fatores de risco por causa da genética, a recomendação é que os exames se iniciem mais cedo.  Fazer exercícios físicos e manter uma alimentação saudável são medidas de ouro para prevenir o câncer e outras doenças. 

Portanto, pequenos cuidados são fundamentais para manter a saúde e também servem de incentivo para outras mulheres. A equipe da Scala Logística defende a vida em primeiro lugar. Em qualquer circunstância ela é única e merece todos os cuidados e atenção. Lutamos em prol da causa. Somos todos Outubro Rosa! Neste mês e no ano todo, atuamos em defesa do viver!

 

Outubro Rosa e Novembro Azul são campanhas incentivadas pela Scala Logística 

Outubro Rosa e Novembro Azul são campanhas incentivadas pela Scala Logística 

Quando a Scala Logística assume o posicionamento de que está à frente e ao seu lado, tem o objetivo de afirmar que estamos ao lado dos profissionais que atuam junto conosco em todos os momentos. Nos dedicamos aos cuidados da saúde das pessoas da mesma forma que da segurança no trânsito, tanto de nossos profissionais quanto de suas famílias. 

As Campanhas de Conscientização e Prevenção do Câncer de Mama – Outubro Rosa – e do Câncer de Próstata – Novembro Azul, entraram em evidência em nosso Endomarketing. Todos os caminhões da empresa foram adesivados para reforçar ao público interno e externo a importância da prevenção e do tratamento dessa doença. 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA)  – Ministério da Saúde, o câncer de mama representa 25% de todos os cânceres que afetam as mulheres brasileiras, sendo estimados 59.700 casos novos de cânceres de mama em 2019. 

Câncer de Mama – Sintomas 

  • Nódulo único endurecido.
  • Irritação ou abaulamento de uma parte da mama.
  • Inchaço de toda ou parte de uma mama (mesmo que não se sinta um nódulo).
  • Edema (inchaço) da pele.
  • Eritema (vermelhidão) na pele.
  • Inversão do mamilo.
  • Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas.
  • Sensação de nódulo aumentado na axila.
  • Espessamento ou retração da pele ou do mamilo.
  • Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos.
  • Inchaço do braço.
  • Dor na mama ou mamilo.

Junto ao público masculino, o câncer de próstata já atingiu, só em 2018, 68 mil novos casos e, conforme as pesquisas do INCA, estima-se que 66,12 casos novos a cada 100 mil homens apareçam. Diferente do câncer de mama, o de próstata costuma não apresentar sintomas em seu início e, por isso, quando diagnosticado, em 95% dos casos a doença já está em um estágio avançado. 

Câncer de Próstata – Sintomas 

  • Micção mais frequente ou dolorosa;
  • Levantar mais vezes à noite para urinar;
  • Dificuldade em começar a urinar;
  • Gotejamento ou jatos sucessivos de urina;
  • Dificuldade em continuar a urinar uma vez que começou;
  • Sangue na urina ou no esperma;
  • Ejaculação dolorosa (menos comum);
  • Dor nos testículos;
  • Dor nos ossos, principalmente na coluna vertebral, pélvis ou costelas;
  • Infecção generalizada;
  • Insuficiência renal.
  • Dificuldades em atingir ou manter uma ereção

Essas campanhas ganham maior visibilidade nos meses de Outubro e Novembro, contudo é necessário estar atento aos sintomas durante todos os meses do ano, pois sua saúde vale vida. Você conhece seu corpo muito bem, observar as mudanças pode tornar o diagnóstico e o tratamento mais fácil. 

Previnam-se, façam os exames orientados pelo seu médico. Sempre.